terça-feira, 31 de maio de 2011

PEQUENO POEMA...TARDE CHUVOSA.

Olho a chuva
na tarde cinzenta.
A lembrança me faz voar
a mundos paralelos,
a dimensões do Tempo.
Ouço fadas cantando.
Só os poetas me entendem,
ou as crianças pequenas...
Ouço fadas cantando.
A chuva toca piano
na vidraça embaçada.
A tarde cinzenta
me conta histórias
de castelos e princesas encantadas...

Cezarina Macedo/maio/2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário